Rolamentos para skates, saiba as diferenças.

Rolamentos ABEC - qual o melhor?

Depende do que se entende por rolamentos ABEC.

Se for para uso em skate e outros esportes radicais a classificação ABEC não é relevante. Já para rolamentos industriais, a classificação ABEC refere-se à precisão dimensional do rolamento, números mais altos indicam rolamentos com medidas mais precisas. Mas essa classificação é raramente utilizada - normalmente (pelo menos no Brasil) classifica-se a precisão dos rolamentos como P0, P4, P5, e não por ABEC.

O que é ABEC?

É uma sigla para American Bearing Manufacturers Association (Associação dos Fabricantes Americanos de Rolamentos - em tradução livre). Essa é uma classificação norte-americana que possui correspondência com outras classificações de precisão:

ANSI Standard 20 ISO 492 DIN 620
ABEC 1 Classe Normal P0
ABEC 3 Classe 6 P6
ABEC 5 Classe 5 P5
ABEC 7 Classe 4 P4
ABEC 9 Classe 2 P2


Exemplo

No rolamento 608, de medidas:

  • Diâmetro interno - d: 8mm
  • Diâmetro externo - D: 22mm
  • Largura - B: 7mm

Ele teria as seguintes tolerâncias:

Classe d D B
ABEC 1     7,992 - 8,000 mm  21,991 - 22,000 mm   6,880 - 7,000 mm
ABEC 3  7,993 - 8,000 mm  21,992 - 22,000 mm   6,880 - 7,000 mm
ABEC 5   7,995 - 8,000 mm  21,995 - 22,000 mm   6,960 - 7,000 mm
ABEC 7  7,996 - 8,000 mm  21,995 - 22,000 mm  6,960 - 7,000 mm
ABEC 9  7,99975 - 8,000 mm  21,996 - 22,000 mm  6,960 - 7,000 mm


A classificação ABEC refere-se apenas à precisão dimensional do rolamento e não determina nada em relação à qualidade dos materiais, à capacidade de carga, níveis de ruído, vibração, etc.

Porque o ABEC não é relevante para skates?

No ramo de skates o uso do termo ABEC foi muito desvirtuado e virou basicamente uma ferramenta de marketing. É possível encontrar rolamentos “ABEC 11”, “ABEC 15”, sendo que esses valores nem existem na classificação ABEC oficial.

É importante entender que o uso industrial é muito diferente do uso em esportes. Em máquinas industriais o rolamento de esferas (como o 608) sofre basicamente cargas radiais, fica “fixo” em um ponto, não sofre com choques e impactos, e pode atingir giros de mais de 30.000 rpm. Além disso, a graxa normalmente utilizada é mais espessa e “segura” o movimento do rolamento em baixas rotações/carga.

Já no esporte há forças axiais, impactos, choques, mudanças de direção, imperfeições no asfalto/pistas que tornam os rolamentos industriais inapropriados para esse uso.

Qualquer rolamento industrial bom (ABEC 1, precisão normal) consegue atingir 30.000 rpm em uma aplicação industrial. Mas uma rotação de 30.000 rpm, para uma roda de skate de 50mm de diâmetro, daria mais de 280km/h (o recorde mundial de velocidade com skate, em 2016, é de 130,63km/h).

Para uso em skates há marcas especializadas, que trabalham com rolamentos próprios para o esporte. Essas marcas focam em muitos outros elementos além da classificação ABEC, como:

  • Lubrificação adequada ao uso
  • Tipo de separador
  • Tipo de material
  • Folga apropriada entre as esferas e pistas dos anéis
  • Tipo de vedação
  • Manutenção e limpeza dos rolamentos
  • Quantidade de esferas (e qualidade delas)

Uma analogia interessante é fornecida pela fabricante Bones:

Utilizar um rolamento ABEC 7 ou 9 em skates é como escolher um carro de fórmula Indy para correr o Baja

O carro da Indy é rápido e preciso, mas em uma pista off road ele teria um desempenho lamentável.

Rolamentos da fabricante Bones

Rolamentos da fabricante suiça Bones

“Mas eu comprei um ABEC 7 que vai muito, mas muito mais rápido que o ABEC1!”

Se esse foi o caso, provavelmente o rolamento mais caro tem várias melhorias em relação ao mais barato, como a lubrificação, vedação, e qualidade do material - melhorias que não são determinadas pela classificação ABEC.


Resumindo, é mais importante procurar bons fabricantes, especializados na aplicação desejada, do que se focar no número ABEC.

A  DISNAROL ROLAMENTOS possue as variações de rolamentos para o seu hobby, e miniaturas especiais, entre em contato para esclarecer todas as suas dúvidas.

Busca